Vozes do Silêncio

Ato pelo dia internacional das vítimas de desaparecimento forçado

Flores, flores, flores: para que não se esqueça, para que nunca mais se repita.

As flores são símbolos de uma cultura de amor e de muitas lutas memoráveis pela democracia.

Flores são vozes do silêncio.

O movimento Vozes do Silêncio, acolhendo a iniciativa de outras instituições, dentre as quais a Rede Latino Americana e Caribenha de Lugares de Memória (RESLAC), em homenagear, durante todo o mês de agosto, as vítimas de desaparecimento forçado, convida a todas e todos a levar, em qualquer dia deste mês, flores para depositar aos pés do monumento erguido em homenagem aos mortos e desaparecidos políticos.
O monumento fica em frente ao Portao 10, do Parque do Ibirapuera.

No final do mês, no dia 30, sexta feira, às 18 horas, haverá um ato-vigília, pois é o Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimento Forçado.

Venha também nesse dia, traga mais flores e, se você tiver um ente querido que foi vítima de desaparecimento, venha contar como era e do que gostava essa pessoa que foi silenciada.