Adiamento da II Caminhada do Silêncio pelas Vítimas da Violência de Estado e do Ato Unificado Ditadura Nunca Mais

Em nome das entidades que participam da organização destas atividades, anunciamos uma difícil mas necessária decisão. Com o agravamento da situação do coronavírus oficializada pela Organização Mundial de Saúde e seguindo a recomendação das autoridades de saúde, as entidades organizadoras da II Caminhada do Silêncio pelas Vítimas da Violência de Estado e do Ato Unificado Ditadura Nunca Mais tomaram a decisão de suspender as atividades presenciais planejadas para o final de semana dedicado à memória política, contra a violência do Estado, contra toda forma de autoritarismo, restrições às liberdades e pela resistência.

É com muita tristeza que comunicamos essa decisão, haja vista toda a mobilização, dedicação e envolvimento de diversas entidades e indivíduos até o momento para a realização desses atos. Sobretudo, sabemos da importância desse momento para não esquecermos a história do golpe civil-militar de 31/03/1964, para que não siga se repetindo e para homenagearmos a todas e todos aqueles que foram mortos e desaparecidos pela violência do Estado.

No entanto, diante do cenário alarmante de contágios já instalado e com um aumento dia a dia de pessoas contaminadas, optamos pela precaução e pela responsabilidade coletiva a fim de proteger a todos e colaborar para conter o avanço da epidemia e, acima de tudo, cuidarmos uns dos outros.

Estamos estudando a possibilidade de organizar uma mobilização virtual pelas mídias sociais. Acompanhe em nossos canais na página do evento no Facebook, no site vozesdosilencio.com.br e nas mídias sociais das instituições organizadoras – Instituto Vladimir Herzog e Núcleo de Preservação da Memória Política.

Logo que esse momento difícil passar, retomaremos a organização, em outra data neste ano, para que a gente possa realizar essas ações tão fundamentais para a Memória, Verdade e Justiça, pela defesa da democracia e na luta contra à violência de Estado.

Contamos com vocês, agradecendo a compreensão e o apoio de todas e todos. Pedimos também que nos ajudem a replicar esse comunicado para sua rede de contatos.

%d blogueiros gostam disto: